sábado, 21 de março de 2009

22:18

Por que dez e dezessete e um relógio cego
Não calam o vento da rua?

E os bebês que não se olham
Vivem juntos ou brincam
Num aquário?

E o poema que não rima
Namora atenienses ou xinga espartanos?

2 comentários:

Tainá Caro disse...

O vento sopra os bebês para bem longe dos espartanos. Sem rima nem medida.

Raphael M. disse...

Fodão mesmo cara.
alias os tres.